Poker online

Por Gamerscard - 20 de Abril de 2022

Não precisa saber muito de poker para se ter ouvido falar do all in. Talvez, essa seja a ação mais famosa de todo o jogo. Mas, para quem quer aprender poker, algumas dúvidas ainda surgem. 

Por isso, preparamos um artigo que traz tanto o conceito dessa jogada tão famosa, quanto qual seria a hora de ir - ou de não ir - all in. Confira conosco!

O que é, afinal, o all in?

Se você já assistiu a uma partida de poker No-Limit Hold’em, já está próximo do conceito de all in

“No limit”, aqui, é literal, e significa justamente que não há um limite para o quanto se deve apostar. Se o jogador quiser, ele pode colocar todas as suas fichas no centro da mesa. Eis o famoso all in

LEIA MAIS: 5 jogos para você se divertir de forma rápida no PokerStars

Essa simples ação muda completamente o jogo. Uma jogada errada, e você pode perder tudo que trouxe para a mesa. Apesar dos riscos, ela é muito utilizada como semi-blefe por aqueles que têm o sangue mais frio.

Quando você vai all in no poker, seus oponentes não têm como esconder o jogo: ou eles têm (ou acreditam que têm) as cartas para te vencer, ou são obrigados a dar fold. Por outro lado, se por acaso alguém na mesa realmente tiver cartas melhores, você pode acabar fora da competição.

Então quando dar o all in?

Apesar de altamente arriscado, existem algumas situações básicas em que dar all in faz completo sentido:

  • Você está confiante de que tem a melhor mão, e sabe que o oponente vai dar call (igualar a aposta).
  • Você tem quase certeza de que seu oponente precisa só de mais uma carta para ganhar, e o seu all in vai impedi-lo de conseguir a carta que ele precisa.
  • Você não tem mais tantas fichas, e precisa dar all in para se manter no jogo, desde que a probabilidade esteja favorável a você. 
  • Também é interessante dizer que, se você estiver pensando em fazer uma aposta de mais da metade das suas fichas, a melhor ideia é simplesmente apostar tudo.

Nova call to action

E quando não dar o all in?

  • Você tem uma mão inicial boa, mas quase todo mundo deu fold, e o pot (banco) está baixo. Se você der all in, vai acabar espantando todo mundo e não vai conseguir muita coisa como recompensa. Deixe o jogo fluir.
  • Você tem uma boa mão que melhora o flop, mas que não é certeza de vitória. Por si só, já não é uma boa ir all in. Ainda mais se, dentro dessa situação, outros jogadores estiverem aumentando as apostas. Nesse caso, é bem provável que eles tenham algo melhor do que você. Ou seja: definitivamente não vá all in.

Usando all in de forma tática

O poker é um esporte da mente com a informação como item básico. Enquanto você observa e analisa seus oponentes, eles fazem o mesmo com você. Se você sempre apostar modestamente em uma boa mão para atrair seus oponentes, rapidamente eles entenderão o seu jogo, e essa tática segura (porém, batida) vai parar de funcionar. 

É aí que você, sem aviso, empurra todas as suas fichas para o meio da mesa. Seus oponentes, certamente, podem imaginar que você está blefando; pagam pra ver, e pronto! Você ganha não só a mão, mas também um mundo de fichas.

É questão de experiência

O all in é uma estratégia essencial para quem está começando a entender como jogar poker. E poderíamos, de fato, escrever mais algumas páginas sobre ele. Mas, nada substitui o feeling.

Com prática, experiência e costume, você passa a ter um certo “tino” para o momento mais seguro de levar tudo all in. Mas, uma coisa nunca muda: o all in é, certamente, a melhor sensação de uma boa partida de poker.

Arrisquei e perdi - e agora?

Agora, é hora de você usar como aprendizado e, assim, passar a entender melhor as nuances de quando usar o all in em cada jogo em específico.

Claro, para tanto, você precisará de mais fichas. Mas, você pode fazer isso com muita tranquilidade com o GamersCard. Ele é um cartão pré-pago desenvolvido justamente para facilitar a vida de jogadores de poker. 

Com ele, você faz transações em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira MasterCard Internacional (ou seja, qualquer lugar) e acumula pontos - os GamersPoints. Além disso, ao depositar ou resgatar fichas nas plataformas de poker online Partypoker e PokerStars, o GamersCard gera duas vezes mais pontos.

Esses pontos podem ser trocados por mais de 3.000 itens de nossa loja de recompensas no site ou no app da GamersCard. Prefere dinheiro? Eles também são aplicáveis para recuperar Cashback!

Peça o seu e aproveite todas as facilidades e benefícios de ser um jogador de poker com a GamersCard!

Nova call to action