League of Legends

Por Gamerscard - 19 de Abril de 2022

League of Legends, League, LoL e Lolzinho (para os íntimos). Com certeza, todo gamer, independente do nível de LoL que esteja,  pelo menos já ouviu falar desse jogo, mas poucos conhecem sua história.

Os primeiro anos: dos Magos Invocadores ao mito do Mundo de Runeterra

Quando foi criado, em 2009, por Brandon “Ryze” Beck e Marc "Tryndamere" Merrill, fundadores da Riot Games, o LoL não era nem um jogo próprio, mas sim uma versão nova de Defense Of The Ancients, o primeiro DOTA, que, por sua vez, era uma expansão de Warcraft 3. 

LEIA MAIS: Turismo Geek: lugares que todo gamer deveria conhecer

Já nessa época, LoL mostrou ser um jogo pouco convencional: a falta de um modo de um jogador e seu modelo gratuito, ou free-to-play, confundiu os possíveis investidores, que ainda estavam presos no modelo de jogo com lançamento físico, sequências e modo single-player.

No começo, LoL tinha apenas 40 campeões, muito pouco quando comparado aos 159 que temos hoje, e a história era bem diferente: o jogador tomava o papel de um Invocador, um mago poderoso que invocava os campeões do jogo para lutarem em seu lugar. Nessa época, a Riot Games não tinha escritores para suas histórias, então, as biografias de campeões eram escritas pelos próprios desenvolvedores e geralmente eram de um parágrafo só.

Isso mudou em 2014, quando eles decidiram abandonar o conceito de Invocadores e focar muito mais na história de Runeterra, o continente em que se passa o jogo. Além disso, contratarem escritores renomados, deram páginas de biografia para cada campeão do jogo, muitas vezes envolvendo outros personagens.

A dinâmica: fácil de aprender, difícil de subir de Nível de LoL

Uma das coisas que popularizou o Lolzinho foi o gameplay: fácil de aprender, mas difícil de aperfeiçoar. A resposta para a pergunta “Como jogar League of Legends?”, na forma mais simples de explicar, se resume a “clicar em inimigos para atacar e usar quatro botões para soltar habilidades”. 

LEIA MAIS: Como participo de torneios de League of Legends e CS:GO pelo clube de benefícios GamersCard?

Pode parecer simples mas, quando você leva em consideração os itens, runas, tropas, posicionamento, objetivos e mecânicas avançadas, como o kiting (famoso “caitar”), não importa o seu nível de LoL - o desafio é certo! 

Até hoje, o jogo é perfeito tanto para jogadores casuais que só querem se divertir como para jogadores profissionais que dão o sangue em campeonatos mundiais.

O reconhecimento como eSport

E, falando em campeonatos, o e-Sport é uma parte importantíssima para o League. Seu primeiro torneio mundial foi em 2011, apenas dois anos depois do lançamento e teve uma premiação total de $100.000,00. Comparando com o campeonato mais recente, de 2021, que teve uma premiação de $11.000.000,00, podemos ver o quanto o jogo cresceu.

League of Legends é, hoje, um dos maiores e-Sports do mundo, contribuindo muito (especialmente no Brasil) para o reconhecimento de jogos digitais como esportes, que requerem esforço, treino e dedicação.

E qual o seu nível de LoL?

Deu pra ver que o jogo é gigante em todos os sentidos, não é? Seja no escopo de competições, na variedade enorme de personagens, na quantidade de habilidades no jogo (+630, sem contar as passivas!), ou na imensidão de histórias, que guardam os mais profundos segredos de Runeterra.

LoL é um dos maiores e mais influentes jogos da atualidade, que desafia até os jogadores mais experientes a saber tudo o que se passa e se passou nesse universo fantástico.

E você, se garante em um teste que avalia suas habilidades e conhecimentos do famoso Lolzinho? Seja você iniciante ou um jogador que manja tudo, faça agora o quiz da GamersCard, coloque seus conhecimentos à prova  e descubra qual o seu nível de LoL!

Qual o seu nível de LOL?