Poker online

Por Gamerscard - 7 de Abril de 2022

O poker, tanto online como presencial, é um esporte para todos os níveis, desde um jogo entre amigos no final de semana até uma final de WSOP. Mas, como passar de um nível para o outro? Como finalmente decidir se tornar um jogador pro e viver de poker? Será que existe um momento certo? Será que todos esses campeões souberam a hora exata da virada de “jogar por hobby” para “poker pro”?


Para ajudar a responder tudo isso e mostrar que não, você não está sozinho nessa, entrevistamos Rafael Moraes, jogador Team Pro da PokerStars e Embaixador GamersCard.

Confira com a gente o que esse fera revelou!


GamersCard: Conte um pouco mais sobre sua relação com o Poker. Como foi a jornada desde o interesse pelo esporte aos dias como poker pro?

Rafael Moraes: Antes de jogar poker, meu esporte da mente favorito era o xadrez. Eu jogava regularmente, disputei campeonatos Brasil afora, e nessas viagens alguns colegas me apresentaram o poker. Com o tempo, comecei a me apaixonar pelo jogo, e quando tinha 18 anos comecei a jogar online. Daí para me tornar um jogador profissional foi questão de tempo.

GC: E foi natural essa ‘questão de tempo’ até se tornar um poker pro? Houve um momento em que você ‘virou a chavinha’ e pensou “agora, sim, sou um poker pro”?

RM: Foi bem natural. Quando comecei a jogar online, em 2009, os torneios eram bem mais fáceis e o poker estava só começando no Brasil. Vi que haveriam muitas oportunidades e percebi que levava jeito pra coisa, até porque em pouco tempo já comecei a ajudar financeiramente em casa e construir um bom caixa pessoal. 

Se houve um ponto de virada, foi quando eu decidi largar a faculdade de engenharia civil na Poli-USP, por incrível que pareça com todo o apoio do meu pai. Nunca esqueço da frase que ele me falou: "Filho, você tem 18 anos. Corra atrás dos seus sonhos. Se tem uma hora para errar, é agora. Se não der certo, você passa e entra na faculdade de novo".

Rafael Moraes - quando eu sei que já é hora de viver de poker

“O poker, enquanto profissão, é parecido como qualquer outra carreira”, Rafael Moraes, jogador Team Pro da PokerStars e Embaixador GamersCard. Arquivo Pessoal.

GC: Quais as principais características que um jogador deve ter se ele pretende viver de poker?

RM: Dedicação, disciplina, paciência e resiliência. Os dois primeiros pois o poker como profissão é parecido com qualquer outra carreira. Precisa estudar, aprender, se dedicar, para aí sim começar a colher os frutos. Mas é importante lembrar que esse é um esporte competitivo e, por isso, você muitas vezes irá perder, por isso a importância da paciência e resiliência: saber lidar com as fases ruins e seguir em frente para se recuperar é fundamental para ser um jogador de sucesso.

GC: Mesmo que não exista um ponto de virada exato, quando um jogador pode ao menos sentir que é a hora ideal para viver de poker? São apenas atributos técnicos, relacionados ao esporte, que devem ser levados em consideração?

RM: É preciso regularidade e amostragem para poder tornar o poker seu trabalho e não se frustrar lá na frente. Se um jogador recreativo, que possui outra fonte de renda, consegue dedicar tempo para jogar regularmente e durante um bom período tem resultados positivos e consistentes, aí sim essa pode ser a hora de se dedicar exclusivamente ao poker.

Nova call to action

GC: Quais as dicas que você daria para os jogadores que sonham em viver de poker algum dia?

RM: Comece por baixo, estude, se dedique. O maior erro de um aspirante a jogador de poker é começar a jogar só com o intuito de ganhar dinheiro. Todos os jogadores de sucesso que eu conheço começaram disputando torneios baratos, jogando com muita frequência e estudando para aumentar constantemente seu conhecimento técnico. Uma outra dica, para quando já estiver jogando regularmente, é procurar um time, como por exemplo o 4bet, maior time de poker do mundo, do qual eu sou sócio e instrutor. Um time oferece aulas com jogadores experientes e banca seus torneios em troca de uma porcentagem dos lucros, o que é uma ótima opção para quem está começando, e além de não ter um caixa para investir em um alto volume de torneios, também precisa adquirir mais conhecimento para se aprimorar no jogo.

 

Sabendo de todas essas experiências de vida e dicas do embaixador da GamersCard, fica mais fácil decidir qual é a hora certa de viver de poker, não é? 

Algo que também te ajuda - e muito - é ter um GamersCard, um cartão pré-pago internacional de bandeira Mastercard. Com ele, você deposita e resgata fichas nos sites de poker parceiros de maneira mais rápida e segura - suas partidas no partypoker e no PokerStars ficarão muito mais práticas e ágeis!

Além disso, você também acumula GamersPoints a cada transação (no caso de depósito e resgate de fichas nos sites parceiros, você ganha o dobro de GamersPoints!). Eles podem ser trocados por mais de 3 mil prêmios em nossa loja de recompensas, ou transformados em cashback - você quem escolhe!

Ah, e o melhor: você também participa do GamersClub, uma comunidade repleta de jogadores do mesmo nível que você, além de poder participar de torneios semanais gratuitos e exclusivos no Home game do GamersCard na plataforma do PokerStars!

Peça seu cartão e comece hoje mesmo sua carreira rumo aos dias de poker pro!.

Nova call to action